sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

All I Want for Christmas is... Parte IV - Para a Sobremesa

Com o aproximar da época das festas - Natal e Ano Novo, começamos a pensar quais os vinhos que iremos escolher para acompanhar o bacalhau na noite da consoada - e se será branco ou tinto, quais os vinhos generosos que farão companhia à tradicional oferta generosa de sobremesas e doçarias tão características da época, ou qual o bolhinhas com que iremos brindar à chegada do ano de 2017. Pois bem, o Contra-rotulo lançou o desafio aos seus colaboradores habituais para ajudarem os nossos leitores, nesta difícil escolha. Aqui ficam as sugestões:

IV. GENEROSOS

Messias Colheita 1977 (Porto) | PVP: 70€ | Garrafeira Tio Pepe

Sou suspeita, pois este Vinho do Porto é de um ano que me diz muito... ;-) Mas não é apenas por isso que selecciono este Porto colheita de 1977 da Messias. É sobretudo porque se trata de um colheita que me enche as medidas e que com os seus quase 40 anos de envelhecimento oferece tudo aquilo que um grande tawny tem para oferecer: Aromaticamente muito complexo, com notas de mel e frutos secos, na boca simultaneamente elegante e harmonioso. O final de boca é muito persistente mesmo, sempre em crescendo, deixando um travo picante muito agradável. Dura e dura... Excelente. By Lucinda Costa.



Excellent Dec. 2000 Moscatel Roxo (Moscatel) | PVP: 38€ | Wine O´Clock

Seleccionei este Moscatel Roxo, de Setúbal, da Casa Agrícola Horácio Simões, um vinho que contempla a selecção das melhores barricas dos melhores anos da década de 2000, onde o moscatel estagiou. O resultado é um vinho delicioso, fresco, complexo, opulente mas cheio de sabor. O final é interminável. Uma garrafinha de apenas 50cl, que granjeou inúmeros prémios além-fronteiras, capaz de nos dar imenso prazer, após a refeição. By Sérgio Lopes


Cossart Gordon Madeira Verdelho 10 anos Meio Seco (Madeira) | PVP: 35€ | Direct Wine

O Madeira Cossart Gordon 10 Anos Verdelho Meio Seco é um vinho da madeira envelhecido em cascos de carvalho americano segundo o processo tradicional de ‘Canteiro’. De cor topázio, com nuances douradas, apresenta uma intensidade, frescura e profundidade tremendas. Resinoso e com aromas de frutos secos e laranja caramelizada, apresenta um volume de boca notável e uma acidez que lhe confere um longo final. Muito longo e prazeroso. Um exemplar que ligará na perfeição com as sobremesas de Natal.  By Sérgio Lopes. 

Quinta do Infantado LBV 2011 (Távora- Varosa) | PVP: 14,5€ | El Corte Ingles 

O ano de 2011 foi ano de vintage declarado no Douro, por isso, é obrigatório comprar, beber e guardar várias garrafas da categoria mais nobre do Vinho do Porto Ruby - os Porto Vintage. Mas para quem quiser gastar um pouco menos, pode optar por um qualquer LBV do mesmo ano que dará seguramente imenso prazer. A minha escolha recai no Quinta do Infantado 2011 que bebi recentemente e que gostei muito, apresentando muita fruta madura e compota e muito guloso e com taninos muito finos e polidos, algumas notas químicas mas a fruta bem madura é que dá o toque mágico final. Prontíssimo e já muito capaz para ser bebido novo. By Francisco Monteiro


Alambre 20 Anos (Moscatel de Setúbal) | PVP: 20€ | Garrafeira Dom Vinho

Se pensarmos em finais de noite a fazer desaparecer lentamente o bolo-rei ou outras doçarias mais secas, poderemos começar a retirar todo o manancial de uvas em passa, fruta em calda e laranja cristalizada como só um velho moscatel consegue dar. Ou então sem mais nada por perto, a não ser as pessoas que nos são mais próximas, vendo aquele nosso ar intrigado finalizado com um sorriso terno e familiar, de genuíno prazer. E é nosso, e podemos dá-lo de prenda a nós mesmos.  Garrafa de meio litro. By Marco Lourenço


Andresen 10 Anos Branco (Porto) | PVP: 17€ | Garrafeira Nacional

Para a sobremesa, seleccionei o Vinho do Porto Andresen 10 Anos Branco. É verdade, branco. Este vinho tem uma grande presença aromática, muito complexo, misturando notas de alperce seco, bolo inglês, avelãs, mas com uma frescura e vivacidade surpreendentes. Um Porto Branco com uma excelente relação qualidade-preço, de uma casa que só sabe fazer bons vinhos licorosos. Apenas garrafas de 500ml... By Paulo Pimenta



Quinta das Bageiras Abafado 2004 (Bairrada) | PVP: 35€ | Garrafeira 5 Estrelas

Sugeriram-me que escolhesse um Porto ou Madeira para ilustrar esta amostra. No entanto, a história da Bairrada, que durante muitos anos enviou os seus melhores vinhos para o Douro para lotear vinhos do Porto, levou-me a escolher este Abafado, fortificado com aguardente made in Bairrada. Duma macieza intensa, muito fino e redondo, surpreende-nos por não se exceder em doçura, deixando às frutas o papel principal no final. Depois de aberto, acompanha uma noite de conversa em família até nada restar na garrafa. By Miguel Ferreira



Quinta do Portal 10 Anos (Porto) | PVP: 20€ | Garrafeira VinhoWeb.pt  

Não será o Tawny 10 anos mais conhecido, mas merece prova atenta. Guloso qb, alia muito bem as notas de frutos vermelhos com algumas notas de frutos secos. Mais encorpado do que outros, bebe-se com muito prazer. Tem um preço a rondar os vinte euros e encontra-se em garrafeiras. By Amândio Cupido.


8 belas opções de vinhos deliciosamente doces para todo o ano, mas que certamente brilharão se seleccionados para a quadra festiva que se aproxima.

Sem comentários:

Enviar um comentário