segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Prova dos vinhos MR Reserva Tinto 2011 e Branco 2012

O produtor Monte da Ravasqueira, localizado em Arraiolos, zona quente do Alentejo por excelência, confesso que inicialmente não tinha a melhor das imagens, sobre o mesmo. Os vinhos provados então, mesmo os mais básicos, mostraram-se sempre um pouco "chatos". Ora tudo mudou, recentemente. Não sei se terá sido pela entrada do jovem enólogo, Pedro Pereira Gonçalves, que tão bom trabalho tivera efetuado na extinta Vale D'Algares, o certo é que o perfil dos vinhos é surpreendentemente fresco e apelativo, de perfil moderno, sem perder a tipicidade alentejana e o seu quê de complexidade.

Os brancos Fonte de Serrana e Monte da Ravasqueira, bem como o Rosé, anteriormente provados, mostraram isso mesmo, ou seja a tal frescura invulgar para o terroir e uma excelente definição do vinho para o seu patamar de preços. Inclusivé, o Fonte de Serrana branco é surpreendentemente bem acima, em termos de qualidade, para o pvp recomendado 2,99€.

Foi por isso com enorme expectativa que tivemos a possibilidade de provar os "Reserva" da casa, branco e tinto. E o resultado foi de encontro às melhores expectativas.


MR Reserva Branco 2012
 
Ano: 2012

Produtor: Monte da Ravasqueira

Tipo: Branco

Região: Alentejo

Castas: Viognier, Alvarinho

Preço Aprox.: 10€

Veredicto: Viognier e Alvarinho, duas castas "outsider" do Alentejo, a primeira francesa, mas que tão bem se tem adaptado à região, a segunda a casta nobre da sub-região de Monção e Melgaço, que onde quer que seja plantada, parece produzir sempre brancos de qualidade.

Neste vinho, apenas 70% do Viognier fermentou e estagiou em barrica. Trata-se de um vinho, de cor citrina esverdeada. No nariz, notas de especiaria e da barrica, muito leves, sendo que a nota dominante é a mineralidade e a presença de aromas citrinos e de pêssego. Tudo muito leve. Na boca, destaque para uma acidez bem vincada, limonada, com predominância do citrino. Termina fresco e bem saboroso, embora considere que ainda precisa de esperar um pouco mais em garrafa, para estabilizar.

Destaque para os apenas 12,5º de álcool, num conjunto equilibrado e texturado, que foge às facilidades tropicais de outros brancos, apresentando pendor gastronómico.

Classificação: 15,5



MR Reserva Tinto 2011

Ano: 2011

Produtor: Monte da Ravasqueira

Tipo: Tinto

Região: Alentejo

Castas: Touriga Nacional, Syrah

Preço Aprox.: 10€


 
Veredicto: Cor carregada e opaca. No nariz, sente-se a tipicidade Alentejana, mas com uma frescura bem agradável que se confirma na boca. O nariz é percorrido por fruta silvestre, notas de especiaria culinária do Syrah, leve floral e chocolate. Complexo e perfumado. Na boca, barrica muito bem integrada, taninos redondos, com alguma elegância de conjunto e boa frescura, termina longo e persistente.

Um daqueles vinhos que sem perder a tipicidade do terroir, consegue apresentar um registo de perfil moderno, complexo, mas ao mesmo tempo de agrado imediato e mais ou menos consensual. Muito bem.

Classificação: 16,5

 
Em resumo, igualmente belos vinhos no segmento "Reserva" do produtor.

Nota: Amostras gentilmente cedidas pelo produtor ao qual agradecemos.


Sérgio Lopes

2 comentários:

  1. Olha eu à procura de um site de sexo na net e venho parar a este site com uma cara feia mas conhecida :p

    Andas metido na bebedeira ó maluco AHAH ;)

    Abraço e muita borracheira

    ResponderEliminar